IFConnect > Poema > Soneto de (in)fidelidade

Por ela bateu forte coração
Seu mais novo trevo de quatro folhas
Mundo pequeno, pequenas escolhas
Se entregou ao âmago da paixão

Seus verdes olhos entrelaçaram
Quando aquela bela moça avistou
Sua admirável beleza flertou
Achegando; unidos, abraçaram

Já não sentia mais a antiga dor
Como bem-te-vis a cantar, louvou
Ao Deus criador e encantador

Alma livre com coração devasso
Comprometido por agora estava
Neste conto fadado ao fracasso

Compartilhe isso:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •