IFConnect > Poema >

Rodeado de pessoas e em solidão profunda…

Talvez só queira sua presença, mas você me insulta,

Ignorando minha existência e a minha paixão imunda.

Assim me afundo nessa vontade adúltera,

Na carência de mim mesmo e da atenção sua.

 

Escuto-me, digo que NÃO.

Tudo em um momento vão,

Já que quando noto, emergi nessa paixão,

A qual você, ora ou outra, dá a mão;

Mas sempre, de antemão,

Deixa claro que não possui coração.

 

Descubro, por fim cansado,

Que estar só, é mais que um estado.

A solidão é um espaço vago,

Ao qual o preenchimento só será dado

No dia em que eu tiver você ao meu lado.

Compartilhe isso:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •