I- A Vítima e Sua Utópica Lágrima

PARTE I Solicito-lhes grandiosa atenção à adjacente história aqui situada, a qual está a atazanar meu sono desde os primórdios de minha “maturidade”. Nutro tal “devaneio”, o qual não creio provir de peripécias ou fantasias, mas de incidentes recorrentes. A parte que lhes escreve é o sucinto lado do meu âmago, que suplica isenção da venda obscura que o cobre. […]

Continue lendo

O Plágio

Em toda a história da humanidade, sempre existiu nos seres humanos uma grotesca necessidade de ter, mas talvez tal ideia nunca tenha ocorrido com tanta força como atualmente. A sociedade não se prende apenas a ter coisas, mas também possui pessoas e pensamentos. Se as pessoas já não se importam em ser quem realmente são, então, elas copiam. Copiam tendências, […]

Continue lendo

Nós

Nós somos o que restou Daquele velho instante Em que nada era errante Nós somos o que acabou Naquela hora tão marcante Em que tudo era radiante Nós também somos o que viveu Mesmo que um tanto distantes Do que éramos antes Mas talvez sejamos só nós Enlaçados nessa fita comprida A que muitos chamam de vida

Continue lendo

] insira o título aqui XIX [

Querido diário, Estive tentando compreender o porquê de você ter tanta importância para mim; o porquê do meu escrever incessante dia após dia. Busquei entender como suas folhas simples, de papel com flores no canto, puderam se tornar minhas mais confidentes amigas. Quis, inclusive, buscar maneiras de te agradecer, mas nada parecia ser suficiente. Passei a escrever palavras mais bonitas, […]

Continue lendo
1 2 3 4 5 24