IFConnect > Poema > Língua do meu povo

Língua falada, minha língua escrita
Herdada de meus jazidos antepassados
Língua de meu povo, de minha terra
Ó, querida língua como te quero

Assis à Meireles, a conferimos
Diante das mais esplendorosas línguas
Um dia por meros mortais falada
Idem por meros ouvintes ouvida

Os linguistas clamam sua existência
Belos poemas com doces fonemas
Escrevendo histórias a lhe contar
Do amor solene à completa zorra

Ó bela flor de meu lindo jardim
Em ti me deleito na poesia
E nas palavras a rimar me achego
No seu sonoro colo maternal

Compartilhe isso:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •