Querida ansiedade

Minha cara “amiga”ansiedade, Estou olhando ao meu redor, tudo parece girar, meus pés paro de sentir, tudo começa a flutuar, meus batimentos cardíacos se multiplicam, ou até mesmo triplicam, tudo aparenta desaparecer, minha respiração já está ofegante, tudo vira sinal de alerta. Ando em direção do nada, procuro o fim dessa infinidade, mesmo eu não querendo perdê-la. Minha dor está […]

Continue lendo

Monotonia

Acordou, o dia nem raiou, mas você já está de pé; uma olhadinha de exatamente 30 segundos no celular, para não fugir do planejamento, ficou pronto, tomou café, foi para o ponto.Ao chegar à escola, escolheu minuciosamente uma carteira e seu lugar, para que tenha uma visão ampla da sala e de todo o quadro. Na primeira aula é difícil, […]

Continue lendo

Apenas Diga

O quão importante uma palavra pode ser? Até que ponto ela tem o poder de virar uma questão em sua vida? Medo, uma dissílaba que causa interrupções, porém é também a causa de mudanças, movimento no mundo. Parando com calma para se pensar, nada nesse universo vai além de palavras. O contato humano é feito através delas, e não pense […]

Continue lendo

Qual a probabilidade?

Talvez eu não queira, talvez eu queira.  Talvez me abrace, talvez me ignore.  Talvez te abrace, talvez te ignore.  Talvez te odeie, talvez te ame. Talvez te diga, talvez não diga.   Talvez eu corra, talvez eu fique.   Talvez eu chore, talvez eu sorria.   Talvez me ame, talvez me odeie.  Talvez me queira, talvez me recuse.  Talvez te queira, talvez te recuse.   Talvez eu viva, talvez eu morra.   Talvez eu sente, talvez eu fique em pé.   Talvez peça desculpa, talvez não me arrependa.   Talvez eu durma, talvez eu fique acordada.   Talvez eu saia, talvez eu fique em casa.  Talvez eu estude, talvez eu não estude.   Talvez chova, talvez faça sol.   Talvez eu sinta, talvez eu não sinta.   Talvez eu não queira sentir, talvez eu queira sentir.   Talvez […]

Continue lendo

Des(IN)teressados

O doutor disse:  -Os sintomas correspondem, esse aqui morreu de tristeza aguda. A máscara do pobre coitado caiu, o sorriso falso quebrou, seu saco cheio esvaziou, seus sonhos aterrorizaram.  O pessoal lá fora pergunta o motivo da partida do amigo, e mal sabem que a falta de atenção ocasionou o acontecido. Enxergar o próximo faz bem, e esse talvez fosse o antídoto. Pobre homem! Todos dizem que morreu de morte morrida… 

Continue lendo

Anoitecer

Puxe-me,entretenha-me Me salve,me enlouqueça Mostre-me o que suas belas mãos são capazes de fazer Não me deixe morrer. Me apavore,sufoque-me Diga-me o que fazer Deite-me na cama,me abrace Feche meus olhos,e me leve para a viagem Sem suas diversas formas de malandragens Apenas me mostre a verdade com toda sua sinceridade Não se aproveite em nenhum momento De minha vulnerabilidade […]

Continue lendo

Escrito depois

Uma imensidão, o universo vai girando, nossa cabeça rodando, o corpo tentando acompanhar o ritmo, se é que existe um. Os passos vão de largos e pesados para leves e pequenos; chego a flutuar. Meus dedos se movem em um só tom, as mechas de cabelo vão dançando no ar. Piscar virou arte. Sorrir, sedução. Respirar, liberdade. Luzes são acionadas, […]

Continue lendo

Perdida – Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo

  Todos têm a curiosidade de saber como era a vida nos séculos passados, mas imagina um dia do nada irmos parar lá? Bem, é isso que acontece no livro da Série Perdida de Carina Rissi – uma escritora apaixonada por romances intensos e histórias do cotidiano. Tornou-se conhecida tanto no Brasil como em Portugal por escrever o famoso romance […]

Continue lendo
1 2