IFConnect > Série > Atenciosamente, eu > Carta a uma utópica sociedade perfeita

Caro leitor,

Há aqueles que defendem Rousseau, afirmando enfaticamente que o homem nasce bom, sendo, o meio em que vive, influenciador de um futuro humano corrompido. Com todo respeito, Rousseau não sabia nada da vida. O ser humano desde a madre já é corrompido. Como seria diferente? Já nos primeiros segundos de vida, em um claro sinal de revolta, põe-se a chorar. O ser humano é revoltado contra sua própria natureza, o único animal que até mesmo no ato solene do nascimento, se revolta contra tudo e todos. 

Anarco-capitalistas e anarco-comunistas propõem uma sociedade em que cada cidadão é dono de suas próprias regras, atuando como o seu próprio júri, para definir o conceito de certo e errado que seguirá em sua vida. Sem leis, a sociedade seria perfeita. Uma sociedade em que ninguém precise proibi-lo de nada, simplesmente porque todas as pessoas têm uma própria moral formada, dizendo que não deve agir de formas que prejudiquem o próximo. Seria uma sociedade perfeita, mas sinto informar-lhe, que essa é uma utopia.

O ser humano é ganancioso por natureza, jamais agirá harmoniosamente com os demais, sem algo ou alguém para reprimir seus impulsos, seu desejo em ser superior. Uma única pessoa acabaria, fatalmente, com toda uma sociedade. Movido pela sua ganância, levaria a sociedade perfeita a um estado de imperfeição total.

A luta por um lugar melhor não é um erro, mas, simplesmente, uma luta perdida. O ser humano não é capaz de vencer sua própria ganância, nunca foi. Porém, por mais contraditório que possa parecer, apesar de ser uma luta já perdida pelo ser humano, devemos tentar moldar um mundo melhor. A fé move montanhas, sem ela não passamos de seres inúteis em um ciclo despropositado na vida. Talvez você seja cético sobre tudo na vida, mas quando se trata de tentarmos melhorar o mundo para todos, a fé é necessária. Sequer saímos do lugar, num movimento gradual de melhora, sem antes acreditar que isso se tornará realidade, e sem acreditarmos que há um Deus que rege nosso mundo, e que só Ele pode tornar o mundo um lugar melhor, e nos habilitar a sermos pessoas melhores. O ser-humano pode criar os mais variados sistemas de governo, do anarco-capitalismo ao anarco-comunismo, passando pelo capitalismo e socialismo, mas jamais alcançará um sistema pleno, porque a solução dos nossos problemas não está em nós mesmos, mas sim na fé que possuímos, em acreditar que as coisas melhorarão. Oxalá que melhorem, porque estamos caminhando em direção a uma decadência total da humanidade. Do jeito que está, não é possível continuar.

Como estamos agindo para tentar fazer do mundo um lugar melhor? Será que estamos agindo da nossa melhor forma? A mudança se inicia por nós, enquanto esperarmos a mudança acontecer, nada mudará, mas quando começarmos a operar a mudança, muitas coisas podem melhorar.

Atenciosamente, eu

Compartilhe isso:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •