• Atenciosamente, eu,  Série

    Carta a uma utópica sociedade perfeita

    Caro leitor, Há aqueles que defendem Rousseau, afirmando enfaticamente que o homem nasce bom, sendo, o meio em que vive, influenciador de um futuro humano corrompido. Com todo respeito, Rousseau não sabia nada da vida. O ser humano desde a madre já é corrompido. Como seria diferente? Já nos primeiros segundos de vida, em um claro sinal de revolta, põe-se a chorar. O ser humano é revoltado contra sua própria natureza, o único animal que até mesmo no ato solene do nascimento, se revolta contra tudo e todos.  Anarco-capitalistas e anarco-comunistas propõem uma sociedade em que cada cidadão é dono de suas próprias regras, atuando como o seu próprio júri,…

  • Atenciosamente, eu,  Série

    Carta a uma sociedade apatriota

    Caro leitor, Que atire a primeira pedra quem nunca disse ou ao menos ouviu alguém dizer “quando concluir a faculdade, irei embora do país”. Somos uma sociedade de inimigos de nós mesmos. Pensamos no Brasil como o fim do mundo, mas nem ao menos tentamos transformá-lo em um local melhor. Desistimos. É a única coisa que sabemos fazer de verdade, darmos as costas às dificuldades.  Nem ao menos damos o devido crédito ao Brasil, quando merecido. Segunda Guerra Mundial; o Brasil teve importante participação na libertação da Itália, mas não lembramos, preferimos apagar de nossa história qualquer ideia de um país poderoso, rico.  Um dos países com maior riqueza mineral,…

  • Atenciosamente, eu,  Série

    Carta a uma sociedade volúvel 

    Caro leitor,  Agora que já nos conhecemos, sinto-me mais à vontade em abordar os mais variados temas. Sua opinião pode ter sido diversa em relação à minha primeira carta, e esse era de fato um dos objetivos de tal texto, trazê-lo para uma reflexão sobre situações que muitas vezes nem paramos para pensar. Espero que possamos manter uma relação de comunicação saudável independente de divergências. Sem delongas, vamos lá.  Talvez você, em algum momento da vida, tenha expressado seus sentimentos intensamente. A vida é uma tragicomédia, não há como negar. Vivemos de extremos, a vida deixou de ser simplesmente a vida. Não somos capazes de viver externos a isso, quando…

  • 15 Cartas Sobre Você,  Narrativa,  Série

    15 Cartas Sobre Você: Carta Dois

    A cidade já começava a acordar e, sentada na sacada, Grace deixou que o calor do café na xícara aquecesse suas mãos gélidas e o roupão felpudo a envolvesse como um casulo. Os cabelos castanhos claros e encaracolados presos em um coque frouxo, alguns fios rebeldes se desprendendo e caindo em seu rosto. Grace jamais estaria nos padrões de beleza impostos pela sociedade, mas era dona de uma beleza exuberante e tão natural. Tinha o rosto em formato de coração, maçãs do rosto bem desenhadas, um belo par de olhos violeta, e uma boca consideravelmente grande, afinal, como 15 gostava de ressaltar, não como uma ofensa, sua boca “cobria metade…

  • Atenciosamente, eu,  Série

    Carta a uma sociedade imoral e irracional

    Caro leitor, Já olhou para alguém e pensou o que se passa na cabeça dela? Quando olho para os discursos de alguns políticos, penso em um vácuo intelectual, falta de lógica e sensatez. É o que eu vejo. Hoje, porém, imagino algo além disso. Vejo um político amado e odiado por muitos, que se denomina o faxineiro ético da política, que se elegeu com o voto do “cidadão de bem” (que, ironicamente, apoia a pena de morte. Que bondoso, o cidadão), dizendo coisas absurdas. Imagine um país rico. Certo, agora esqueça o que você acabou de imaginar, porque se concretizados os planos de nosso Ilustríssimo Presidente Jair “Messias” Bolsonaro, estaremos…

  • Redes Sociais,  Série

    Redes sociais: Liberdade de opinião vs. Intolerância

    É comum alguém se manifestar a respeito de algo e imediatamente várias pessoas repercutirem o ocorrido. As redes sociais são o melhor exemplo disso na atualidade. Funcionam como canal de divulgação das mais variadas opiniões relacionadas aos mais diversos assuntos. Pode-se dizer que qualquer um tem liberdade incondicional para expor seu modo de pensar relacionado a determinado tema. Entretanto, existem divergências de ponto de vista, como em todos lugares e, infelizmente, a grande maioria dos utilizadores de tais mídias não sabem respeitar tais diferenças que existem apelando à ignorância e à falta de respeito, em alguns casos. A todo momento são postados, compartilhados, curtidos e comentados conteúdos dos mais variados…

  • Atenciosamente, eu,  Série

    Carta aos contraditórios manifestantes

    Caro leitor, Como você deve saber, o contingenciamento feito pelo governo tem causado certa oposição de grupos que de praxe discordam de qualquer palavra dita por nosso governante, mas, em momento algum, param para analisar as circunstâncias nas quais o país foi deixado. Nossa sábia estocadora de vento que não queria estabelecer metas, juntamente com o conde Drácula de Brasília, simplesmente acabaram com qualquer possibilidade de crescimento do país, econômico, educacional ou em qualquer outra área, a médio ou longo prazo. O contingenciamento é necessário (não entro na questão de que deveria ou não ser realizado da forma como foi), o país não tem a mínima capacidade de continuar esbanjando…

  • Poema

    Por um único instante

    Chamo-te de amor Clamo para que fique E chama-me de amor Pois um dia te amei Pois um dia, me amou Fizeste de mim teu porto seguro E fiz de ti minha única guia Te desenhei e marquei cada traço teu Permiti que mapeasse cada centímetro do que sou, cada partícula de minha alma Porque um dia fui tua E um dia foste meu Nos pertencemos, como jóias preciosas Permanecemos no paraíso enquanto pudemos Dançamos ao som da batida de nossos corações E permitimos que nossas almas se tocassem Por um instante Foi todo o meu mundo Por um instante Fui tudo o que sempre desejou Por um único instante…

  • Atenciosamente, eu,  Série

    Carta aos doutorandos em Harvard

    Caro leitor, Sabe quando você acorda de manhã com aquela vontade de colocar aleatoriedades no seu currículo? Confesso que diversas vezes pretendi fazer pós-doutorado em Harvard; então, estou tão próximo do meu diploma, não é mesmo? Ninguém se incomodaria se colocasse que já o concluí, mesmo estando ainda cursando o Ensino Médio, porque é a intenção que conta. E digo mais, como a instituição em que estudo é de alto nível, mesmo para os padrões internacionais (grato, Instituto Federal), estou ainda mais próximo do tão sonhado diploma. Sei que pode parecer ignorância, mas porque não me beneficiar com um pequeno aumento da verdade (talvez possa até ser uma “inverdade”, mas…

  • Visão do Autor

    Carta a um leitor

    Caro leitor, Venho por meio desta, expressar, compartilhar, meus mais árduos sentimentos como também uma leitora. Acredito que nós leitores, corajosos o suficiente para nos atrever a mergulhar em mundos literários, não passamos de almas que vagueiam entre uma página e outra, fazemos saltos temporais em meio aos capítulos, não somos nada além de pessoas formadas por palavras dispersas aguardando o dia em que nos tornaremos um livro completo com pessoas dispostas a se arriscarem a nos ler. Guardamos em cada livro lido uma parte de nós. Nossos livros mostram quem somos, mostram uma parte que ocultamos do restante do mundo, mostram nossos mais confidentes sonhos e desejos. Livros nos…