Nós

Nós somos o que restou
Daquele velho instante
Em que nada era errante

Nós somos o que acabou
Naquela hora tão marcante
Em que tudo era radiante

Nós também somos o que viveu
Mesmo que um tanto distantes
Do que éramos antes

Mas talvez sejamos só nós
Enlaçados nessa fita comprida
A que muitos chamam de vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *