Qual a probabilidade?

Talvez eu não queira, talvez eu queira. 

Talvez me abrace, talvez me ignore. 

Talvez te abrace, talvez te ignore. 

Talvez te odeie, talvez te ame.

Talvez te diga, talvez não diga. 

 Talvez eu corra, talvez eu fique. 

 Talvez eu chore, talvez eu sorria. 

 Talvez me ame, talvez me odeie. 

Talvez me queira, talvez me recuse. 

Talvez te queira, talvez te recuse. 

 Talvez eu viva, talvez eu morra. 

 Talvez eu sente, talvez eu fique em pé. 

 Talvez peça desculpa, talvez não me arrependa. 

 Talvez eu durma, talvez eu fique acordada. 

 Talvez eu saia, talvez eu fique em casa. 

Talvez eu estude, talvez eu não estude.  

Talvez chova, talvez faça sol. 

 Talvez eu sinta, talvez eu não sinta.  

Talvez eu não queira sentir, talvez eu queira sentir.  

Talvez eu tenha vergonha, talvez eu seja sem vergonha. 

 

Talvez eu grite ,talvez eu sussurre.  

Talvez eu escute, talvez eu não escute. 

Talvez eu te beije, talvez eu não te beije. 

 

Talvez eu esteja confusa, talvez eu esteja lúcida.  

Talvez eu digite, talvez eu não responda. 

 Talvez eu mande, talvez eu apague. 

 

Talvez seja eu, talvez seja você. 

Talvez sejam rimas, talvez seja música.  

Talvez sejam letras, talvez sejam sinais. 

Talvez tenha ensinamentos, talvez sejam só bobagens.  

 

Talvez seja vida, talvez seja sonho. 

 Talvez Deus exista, talvez Deus não exista. 

Talvez seja provável, talvez seja improvável 

 

 

Talvez seja barulho, talvez seja melodia.  

Talvez seja só eu, talvez sejam multidões.  

Talvez seja um mundo, talvez bilhões… 

Talvez.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *