Segundaniversário

Um ano tem 365 dias. Nunca li frase tão errônea em toda a minha vida. E quanto aos anos bissextos, eles não contam? Cansados de serem sempre excluídos e se transformarem em exceção, eles se juntaram e criaram uma nova teoria – muito pouco conhecida – que afeta toda a população, sem exclusão ou exceções, todos os que já nasceram ou morreram algum dia. Eu, o mais jovem ano bissexto de todos eles, vou contá-la a vocês.
Tudo começou com três grandes descobertas do homem: o sol era o centro do universo; a Terra gira em torno do sol; a Terra gira em torno de si mesma. E então veio o conceito de dia a partir destes três conceitos. Um dia era o tempo necessário para a Terra girar em torno de si mesma, mas quanto realmente dura um dia? Serão realmente 24 horas? Errado!
Como o ano bissexto mais inteligente de todos devo afirmar que um dia dura exatas 23 horas, 56 minutos e 4 segundos. NADA DE 24 HORAS. E o que os humanos fizeram com esses 3 minutos e 56 segundos restantes? Decidiram esquecê-los por quatro anos inteiros, só para depois os transformarem em um dia a mais em fevereiro!
Os aniversários passaram a ficar todos bagunçados, já que sobram seis horas esquecidas no final do ano. Quem nasceu à meia noite em ponto de certo dia 13, terá que comemorar o seu dia seis horas antes no ano seguinte, e depois, no próximo ano, doze! E eu ainda não comentei das pobres almas que nascem dia 29 de fevereiro. Será que estes só existem de quatro em quatro anos?
Para não haja mais essa dúvida, eu lhes apresento a tão esperada teoria, sobre a qual devo admitir, no final das contas não faz tanto sentido, mas para mim, um ano bissexto rebelde em busca de revolução, a teoria a seguir é mais do que plausível. Vocês não precisam mais sofrer, pessoas do dia esquecido, basta saberem contar. Seu dia pode não estar lá, mas os segundos são o que realmente importam.
Se nasceu dia 29 de fevereiro, não se acomode com o 1 de março. Multiplique a quantidade de dias que a Terra demora para girar em torno do sol pelos segundos – os verdadeiros segundos – necessários para que ela gire em torno de si mesma, e então terá seu segundaniversário. Conte regressivamente e reinicie todo ano, assim você saberá o exato momento em que abriu os olhos para o sol e contemplará a mim: o ano bissexto escondido em todos os anos.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *