Escrito depois

Uma imensidão, o universo vai girando, nossa cabeça rodando, o corpo tentando acompanhar o ritmo, se é que existe um. Os passos vão de largos e pesados para leves e pequenos; chego a flutuar. Meus dedos se movem em um só tom, as mechas de cabelo vão dançando no ar. Piscar virou arte. Sorrir, sedução. Respirar, liberdade. Luzes são acionadas, […]

Continue lendo