• Atenciosamente, eu,  Série,  Visão do Autor

    Carta aos censores

    Caro leitor, O Dicionário Michaelis dá a seguinte definição a palavra censura: “Censuracen·su·raSubstantivo Feminino1 Ação ou efeito de censurar.2 Exame de trabalhos artísticos ou de material de caráter informativo, a fim de filtrar e proibir o que é inconveniente, do ponto de vista ideológico ou moral.” É sabido que há séculos grupos, governos, ideologias, instituições e tantos outros componentes da ordem social a qual pertencemos atuam com mão de ferro para barrar pensamentos que divergem do aceito por tal grupo. Cito aqui alguns desses acontecimentos históricos, para posteriormente nesse texto, relatar a forma de censura que vemos ainda hoje, atuante em nossa sociedade. Entre os anos de 1559 até quatro…

  • Poema

    As desaventuras do palhaço Bozo

    Que falta na sociedade?… Maturidade. Do seu governo qual a sombra?… Desonra. E com o que ela mais sonha?… Com o “Mito” da Vergonha. Uma democracia que com machista sonha E que no Twitter a ditadura exalta. E um “Mito” que tira mais de quem já tudo falta E até a educação o eleito assalta. Quem a pôs neste socrócio?… O povo e o ócio. O que os levou à perdição?… Faltou educação. E o que os leva à loucura?… Um presidente com moral sem cura. Notável desaventura De um povo burro e plebeu, Que não sabe o que perdeu Aposentadoria, educação e o direito de ir às ruas. Quais…

  • Visão do Autor

    Pandemia e saúde emocional

    Ansiedade, medo, tensão, incerteza e apreensão são alguns dos sentimentos vividos por muitas das pessoas, principalmente, neste atual período de pandemia. O isolamento social se apresenta como um fator agravante em meio a isso tudo. Bem já dizia Aristóteles, “O homem é um animal político”. Esse pensamento nunca fez tanto sentido quanto agora. A partir do estabelecimento de uma relação entre ele e a realidade que está sendo vivida é natural a compreensão de que a vida em comunidade é necessária para que o humano possa usufruir da plenitude de sua existência. O atual momento é extremamente atípico. A partir disso, é possível notar que o enfrentamento a ele é…

  • Visão do Autor

    Autonomia ameaçada

    É mais que comum ouvirmos de pessoas mais experientes que atualmente as coisas são fáceis e que tudo “está na mão” sem esforço algum. Eles têm certa razão com relação a isso. A praticidade que temos hoje, principalmente por ocasião do desenvolvimento da tecnologia, acabou facilitando diversos processos. Não só em nossas vidas, mas no mundo como um todo, em diversas áreas. O fato de muitas coisas estarem mais simples de serem realizadas acaba acomodando alguns de nós e, por essa razão ,quando algo exige um mínimo de esforço para ser realizado, acabamos colocando-o de lado e damos prioridade a outras coisas que se mostram menos trabalhosas. Apesar de todo…

  • Atenciosamente, eu,  Série,  Visão do Autor

    Carta a uma sociedade fascista e supremacista

    Caro leitor, Se você me acompanha, sabe que em todos os textos que escrevo nessa série, tento deixar minhas críticas em relação a ambos os lados, direita e esquerda; mas, hoje isso seria uma comparação injusta. Um dia em que tivemos grupos liderados por uma neonazista declarada indo fazer “manifestação” (lê-se terrorismo) com máscaras brancas e tochas nas mãos (parece que isso me lembra alguma coisa), pedindo o fim de uma instituição democrática. Nesse mesmo dia, um grupo de hackers indica ligação de grupos da extrema-direita de todo o mundo ao tráfico de pessoas. Ainda hoje, diversas manifestações contra o fascismo ocorreram em vários lugares do mundo, com a principal…

  • Atenciosamente, eu

    Carta a toda a sociedade

    Caro leitor, Eu havia me esquecido dessa série, na verdade, estava querendo me desligar de assuntos polêmicos, porque são exaustivos, e eu queria paz. Contudo, nosso país se encontra em uma época em que pedir paz é ser insensato ao ponto de negar a realidade. Certa vez, Martinho Lutero afirmou que deveríamos buscar “a paz, se possível, mas a verdade a qualquer preço”. Vivemos em um país polarizado, com ambos os lados em seus extremos, o diferente é combatido, e o sensato é chamado por ambos os lados de “isentão”. Concordo que não devemos ser isentos em relação a opressões, mas o mundo está bipartido, e isso faz muito mal…

  • Poema

    Ah… se ela me notasse

    Nessa noite chuvosaFiquei sem o que te dizerSão tantas qualidadesQue é impossível te descrever Me perco procurando inspiraçãoMas acabo de encontrarCom seu rosto estampado em meu coração Hoje queira tanto te dizerQue apesar de pouco eu  conhecerVocê é uma das poucas pessoasQue todos os dias tem o poder de me reviver Eu queria tanto te abraçarPoder viver nos teus lábiosMorrer no teu sorrisoE renascer no teu olhar Você é portadoraDe um sorriso incapaz de esquecerUma menina inesquecívelCapaz te encantar todo o meu ser Espero que nunca venha a esquecerQue não importa onde você estejaMeu amor por você sempre irá prevalecer

  • Poema

    Era uma vez nas Américas

    Era uma vez uma história de quase amorEle, apaixonado, ela nem ligavaEle tentava, ela o ignoravaEle implorava, ela pisavaE ainda assim, ele continuava Ela ordenava, ele obedeciaEla o elogiava, ele sorriaEla fingia, ele acreditavaNo fim, ele a perdoava Ele, América do SulQuem sabe, o BrasilEla, a América do Norte,Prepotente e arrogante Ele, fantoche inerteEla manda e desmanda De lobby, ela entende Afinal, a quem queremos enganar?Republiqueta das bananasColônia de exploração espontâneaÉ fato, sempre foi assim, pra que mudar?Quem há de mudar?Quiçá, um dia, quem sabe.

  • Visão do Autor

    Visão panorâmica

    Qual foi a última vez que paramos para contemplar o esplendor do céu? Ou a beleza da lua? Ou uma simples paisagem que fosse? Talvez a maior parte das pessoas nem seja capaz de trazer à memória as ações citadas nas indagações feitas acima. A monotonia proporcionada pela rotina e pela padronização das ações que realizamos muitas vezes nos impede de admirarmos as maravilhas naturais que existem a nossa volta. A maioria de nós tem como instinto natural focar a visão nas coisas que são habituais. Colocamos nossa  atenção em coisas corriqueiras que são figuras constantes em nossos cotidianos.   O foco na visão é importante, afinal, é dele que…

  • Poema

    Confusões e Confissões

    Garota o que fizeste comigo?Me deixei levar pela lei da atraçãoE para você entreguei meu coraçãoMas para você eu era só um amigo Mas com o tempo Te mostrei minhas intençõesIsso gerou brigas e discussõesMas era tudo um contratempo Pois nosso beijo foi inevitávelE para mim era inacreditávelA sintonia que eu sentiaE das minhas burradas eu pedia anistia Menina dos olhos clarosNosso sentimento é algo raroNão sei se você ficará do meu ladoMas não jogue tudo pelo ralo Mesmo eu querendo negarDevo para você afirmarQue não deixo de te amarE isso nunca vai parar Então pode se entregarQue de você eu vou cuidarE nada irá nos separarE para ter você…